Blog Dicas

Confident delegate making speech at conference or summit

Conheça os pré-candidatos à presidência

Pode até parecer que o dia 7 de outubro ainda está longe, mas a verdade é que os interessados em disputar a presidência da república já estão dedicados à corrida eleitoral. A lista de pré-candidatos já conta com ao menos 16 nomes, que começam a se articular politicamente e resolver quaisquer pendências.

Mas você sabe quem são eles? Não? Acompanhe o post até o final e descubra quem são os pré-candidatos à presidência!

1. Álvaro Dias (Podemos)

Em seu quarto mandato como senador pelo Paraná, o político ganhou fama por ser um crítico ferrenho à gestão petista e por participar ativamente de CPIs (Comissões Parlamentares de Inquério). É formado em História pela Universidade Estadual de Londrina e nos últimos anos votou a favor da PEC do teto dos gastos públicos, foi contra a reforma trabalhista e contra a manutenção do mandato de Aécio Neves.

2. Ciro Gomes (PDT)

Foi ministro da Fazenda entre setembro de 94 e janeiro de 95, período final do governo de Itamar Franco e início da era FHC, durante a implantação do Plano Real. Também foi ministro da Integração Nacional de 2003 a 2006, na primeira gestão de Luíz Inácio Lula da Silva. Foi governador do Ceará, prefeito de Fortaleza, deputado federal e deputado estadual pelo Ceará. É advogado e professor universitário

Como governador, reduziu a taxa de mortalidade infantil, fortaleceu o turismo e elevou em 11,6% a renda per capita no estado.

3. Cristovam Buarque (PPS)

Ex-governador do Distrito Federal e ex-ministro da Educação, está atualmente em seu segundo mandato como senador. É formado em engenharia mecânica, tem mestrado em ciências econômicas e doutorado em economia e desenvolvimento. Também já foi reitor da Universidade de Brasília (UnB), entre 1985 e 1989. Defende a educação pública de qualidade para o nível básico, considerando-a a solução para os demais problemas brasileiros a médio e longo prazo.

4. José Maria Eymael (PSDC)

Deputado federal constituinte, Eymael exerceu dois mandatos na Câmara dos Deputados (entre 1987 e 1995), é tido com um dos 12 parlamentares mais influentes no Congresso Nacional. Ao fim do seu trabalho na Assembleia Constituinte, ficou entre os 15 constituintes que mais aprovaram projetos: 145. Entre eles, estão:

  • jornada semanal de 44h;
  • direito do trabalhador de lazer;
  • artigo 180 da Constituição Federal, que obriga o apoio e o incentivo ao turismo em todas as instâncias.

É advogado, filósofo e empresário.

5. Fernando Collor (PTC)

Primeiro presidente eleito pelo voto direto depois da ditadura militar, ficou no cargo até 1992, quando sofreu processo de impeachment. Está no seu segundo mandato consecutivo como senador do Alagoas. Sua presidência foi marcada pela implementação do Plano Collor, pela abertura do mercado nacional às importações e pelo início de um programa nacional de desestatização.

Bem aceito no início, o plano afundou a recessão econômica, colaborada pela extinção, em 1990, de mais de 920 mil postos de trabalho e uma inflação na casa dos 1200% ao ano.

6. Flávio Rocha (PRB)

Executivo das Lojas Riachuelo, filiou-se ao PRB para disputar a presidência. Rocha encabeça o movimento “Brasil 200”, que propõe uma agenda liberal na economia e conservadora nos costumes. Rocha exerceu duas vezes o mandato de deputado federal pelo Rio Grande do Norte, eleito em 1986 e em 1990. Defende o livre mercado como ferramenta natural para combater a corrupção.

7. Geraldo Alckmin (PSDB)

O atual governador de SP foi definido como pré-candidato à Presidência pelo PSDB depois de ser o único a se candidatar para disputar as prévias do partido. Médico de formação, Geraldo Alckmin começou a carreira pública em Pindamonhangaba, onde se elegeu vereador em 1973. Também foi prefeito da cidade e deputado estadual e federal por São Paulo. Em 1986, se elegeu deputado constituinte federal.

8. Guilherme Boulos (PSol)

Coordenador do MST, é formado em Filosofia pela Universidade de São Paulo (USP), Boulos tem 35 anos e, antes de se tornar líder do MTST, foi militante estudantil na União da Juventude Comunista. Ficou conhecido em 2003 quando participou da coordenação da ocupação de um terreno da Volkswagen, em São Bernardo do Campo.

9. Jair Bolsonaro (PSL)

É militar da reserva e cumpre o sétimo mandato consecutivo como deputado federal. É réu em ação penal no Supremo Tribunal Federal (STF) por suposta prática de apologia ao crime de estupro e por injúria. Ficou conhecido por suas ideias nacionalistas, conservadoras e por suas críticas ao comunismo e à esquerda. Bolsonaro defende abertamente o regime militar instalado no Brasil em abril de 1964.

10. João Amoêdo (Novo)

O empresário carioca de 55 anos fez carreira como executivo de empresas. Formado em Engenharia Civil e Administração, teve a maior parte da atuação profissional em instituições financeiras. Foi vice-presidente do Unibanco e membro do conselho de administração do Itaú-BBA.

11. João Vicente Goulart (PPL)

Filho do ex-presidente João Goulart, deposto pelo golpe militar de 1964, o pré-candidato fundou o Instituto João Goulart, voltado à pesquisa histórica e à reflexão sobre o processo político brasileiro em prol da soberania nacional. em homenagem ao pai e disputará a Presidência da República pela primeira vez.

12. Levy Fidelix (PRTB)

O jornalista já concorreu ao cargo 3 vezes, mas nunca chegou ao segundo turno. Trabalhou na campanha à presidência de Fernando Collor na década de 90 e nunca se elegeu aos cargos que disputou. Possui um discurso conservador.

13. Manuela D’Ávila (PC do B)

Deputada estadual pelo Rio Grande do Sul, a jornalista de 36 anos começou sua carreira no movimento estudantil e foi vice-presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE) em 2003. Um dos seus projetos como deputada regulamentou estágios em ensino superior e técnico.

14. Marina Silva (Rede)

Foi deputada estadual no Acre (1991-1994) e senadora pelo mesmo estado por dois mandatos (1995 a 2010). Ela se licenciou do Senado de 2003 a 2008, quando ocupou o cargo de ministra do Meio Ambiente no governo Luiz Inácio Lula da Silva. Formou-se em História na Faculdade Federal do Acre e foi professora na rede de ensino secundário. Levanta a bandeira da sustentabilidade ambiental.

15. Rodrigo Maia (DEM)

Atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) está no quinto mandato consecutivo como deputado federal. Desde 2002, Rodrigo Maia está entre os 100 parlamentares mais influentes do Congresso Nacional. Maia é favorável à reforma previdenciária.

 16. Valéria Monteiro (PMN)

Jornalista e ex-apresentadora do Jornal Nacional e do Fantástico nos anos 1990, Valéria Monteiro dona de uma produtora independente chamada Toda América.

Esses são os pré-candidatos à presidência. Durante a corrida eleitoral, alguns devem desistir da disputa e outros nomes vão aparecer. Mas para votar com consciência, comece desde já a acompanhar a trajetória dessas pessoas. Apenas assim você poderá fazer uma escolha que esteja de acordo com aquilo que você deseja para o futuro do país.

Aguarde...

INFOMAD GMAD

Ao preencher esse cadastro, o incluimos em nosso mailling para receber noticias da GMAD. Não substitui o cadastro na loja para realizar compras.