Blog Dicas

gmad-marcenaria-entrega-moveis

Pagar para entregar seus móveis ou fazer você mesmo?

Como seu produto já está produzido e finalizado, chega a hora de enviá-lo para um distribuidor ou cliente final. E aí é que surge a dúvida: “o que é mais interessante para o negócio; pagar para que alguém faça a entrega ou eu mesmo me encarrego disso?”.

E a verdade é que a resposta para esta questão depende de uma série de fatores ligados à sua empresa. Para encontrar uma solução adequada, é preciso analisar bem, em primeiro lugar, o seu volume de produção, o estilo de móveis que você produz (se são grandes ou pequenos, volumosos ou não, se vão montados ou desmontados), onde está localizado seu cliente, o seu cronograma de trabalho e seu controle financeiro.

Devo fazer a entrega?

Bom, você analisou todas as variáveis e chegou à conclusão de que teria como fazer a entrega do seu produto ao seu cliente de forma segura (para você e para o seu produto). E sem que isso cause prejuízos ao seu cronograma interno de trabalho.

Nesse caso, sim, você mesmo pode se encarregar da entrega. Porém, esse é um questionamento que você deve se fazer com frequência – afinal, não adianta conseguir entregar uma encomenda e, por conta disso, atrasar outras tantas que estavam em processo de produção, certo?

Leia também:

– Fique por dentro dos cuidados que você deve ter ao transportar os móveis

 

Ou pagar para que alguém entregue?

Caso você tenha decidido contratar uma solução externa para te ajudar na entrega dos seus produtos, também é necessário olhar bem para sua empresa para ver qual delas tem mais a ver com você.

Lojas online

Alguns sites de vendas, como Mercado Livre, Enjoei ou Elo7, por exemplo, podem ser boas opções para atingir clientes que estão fora da sua área de atuação. Você pode abrir uma loja online dentro desses sites, que já contam com sistemas integrados de entrega via Correios ou transportadoras.

Ou seja, se uma pessoa interessada chega até seu anuncio, ela já consegue fazer a estimativa de preços de entrega ali mesmo. Você não paga a mais por isso, mas dependendo do portal que escolher para abrigar sua loja, pode ter que pagar uma comissão (como é o caso do Enjoei).

Mas é bom lembrar que você terá que separar um tempo para dedicar aos seus anúncios online. Isso inclui fazer fotos e descrições para seus produtos, responder questionamentos de potenciais clientes e, caso efetuada a compra, embalar seu produto e encaminhar para os Correios ou agendar coleta via empresa de entregas.

 

Leia também:

– Quatro modelos de carro para entrega de móveis

http://gmad.com.br/blog/saiba-mais/4-modelos-de-carro-para-entrega-de-moveis/

Empresas de logística

Outra possibilidade é a de contratar diretamente uma empresa de logística para fazer as entregas para você. Existem muitas e sua escolha também vai depender da sua produção. Existem empresas como a Cargo, por exemplo, que inclusive permitem que você faça uma cotação online dos pacotes que precisa enviar e te fornecem opções de transportadoras e valores. Os Correios também têm soluções específicas para pequenos e microempresários. Veja aqui.

Vale a pena avaliar qual tem o melhor custo-benefício para você, mas esteja sempre de olho nos termos acordados. Há empresas que cobram taxas extras por serviços como reentrega, além disso, esteja sempre atento aos prazos de entrega, para que seu cliente não fique frustrado. Preste atenção também no contrato, se menciona seguro de carga – imprevistos como roubos ou acidentes podem acontecer e é bom estar preparado.

Lembrando que para poder avaliar qual a melhor solução logística para você, é importante estar sempre com o controle financeiro da sua marcenaria organizado. Confira aqui algumas dicas para manter seu negócio sempre em dia e não ter surpresas no final do mês.

Leia também

Aguarde...

INFOMAD GMAD

Ao preencher esse cadastro, o incluimos em nosso mailling para receber noticias da GMAD. Não substitui o cadastro na loja para realizar compras.